Polêmicas ou não, as apps para viagens são cada vez mais populares e uma tendência para muita gente, tanto que até o Google decidiu desbravar o segmento: nesta segunda-feira (6), a companhia começou a testar em Tel Aviv, a segunda maior cidade de Israel, um serviço do tipo chamado RideWith

\r\n

 

\r\n
 \r\n
\r\n
Rede Social Marcas
REGISTE-SE. É GRATUITO!\r\n

 

\r\n
 
\r\n
A novidade está a ser desenvolvida pela equipa responsável pelo Waze, serviço que pertence ao Google desde 2013. O Waze fornece mapas, rotas e outros dados necessários para viabilizar a ideia.
\r\n

É inevitável comparar o novo serviço com o Uber, mas ambos são semelhantes somente até certo ponto. No RideWith, o usuário só pode realizar duas viagens por dia — algo do tipo “ida e volta” — e receber uma pequena compensação para cobertura de custos, com 15% do total ficando com o Google. O valor, a ser pago com cartão de crédito, é definido pelo aplicativo com base em estimativas de consumo de combustível e em índices de desgaste do veículo. 

\r\n

 

\r\n
\r\n