Coca-Cola cria a "PlantBottle", uma garrafa feita de cana-de-açucar

\r\n

 

\r\n

Foi apresentada na Expo Milão, a nova garrafa da Coca-Cola que é feita de plástico 100% da cana-de-açúcar, mas que não é comestível.

\r\n

Esta inovação permite à marca continuar a diminuir a sua pegada ambiental, depois desta ter lançado, em 2009, o projeto de criação de uma garrafa com 30% de plástico à base desta planta.

\r\n

Sendo distribuída em 40 países, num total estimado de 35 mil milhões de embalagens. Só os EUA são responsáveis por 30% da produção.

\r\n

 

\r\n
 \r\n
\r\n
Rede Social Marcas
REGISTE-SE. É GRATUITO!\r\n

 

\r\n

Apesar da companhia não ter previsão para uso das PlantBottles 100%, a imprensa internacional dá conta da assinatura de um acordo com uma empresa de biotecnologia para produzir em escala comercial a invenção.

\r\n

Sendo que é objetivo da Coca-Cola usar exclusivamente PlantBottles até 2020.

\r\n

 

\r\n
\r\n
\r\n

Como o Brasil é um dos principais produtores de cana de açúcar, este país pode lucrar imenso com esta inovação.

\r\n

A Coca-Cola avisa, segundo a CNN Money, que está determinada a liderar o processo para livrar a indústria das embalagens descartáveis da dependência dos combustíveis fósseis e das energias não-renováveis e ajudar empresas como Ford, Heinz, Nike, Procter & Gamble e SeaWorld a fazerem o mesmo com seus produtos.

\r\n

 

\r\n

Fonte: Dinheiro Vivo

\r\n